Ao menos 28 mil presos devem deixar a cadeia nas festas de fim de ano
15/12/2017 - 10h09 em Polícia

Detentos não serão monitorados por tornozeleira eletrônica, pois o contrato com a empresa responsável está suspenso

Ao menos 28 mil presos, que deixarão a cadeia no período do Natal e Ano Novo no Estado de São Paulo, não serão monitorados por tornozeleira eletrônica. O contrato com a empresa responsável pelo serviço está suspenso.

A licitação para o reestabelecimento não foi concluída por conta dos recursos judiciais da empresa perdedora. Uma fonte do governo do Estado informou que nomes e endereços dos beneficiados serão passados à polícia, mas não haverá monitoramento humano.

As saídas de Dia das Crianças e Finados já ocorreram sem o controle eletrônico à distância. Segundo dados oficiais da Administração Penitenciária, o índice de não retorno chegou a 5%, considerado estável.

De acordo com especialistas, a medida pode ser positiva, mas é preciso aplicá-la de forma correta.

Fonte- Band

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!