Presídios de Feira, Teixeira e Itabuna seguem superlotados, aponta site
07/05/2018 - 14h01 em Polícia

Dezessete presídios baianos vivem problemas de superlotação. Além do Lemos de Brito, em Salvador, superlotações foram encontradas nas unidades de Teixeira de Freitas, no extremo sul; Itabuna, no sul; Feira de Santana, no Portal do Sertão; e Esplanada, no agreste do estado. Conforme reportagem do G1, no Conjunto Penal de Esplanada a capacidade foi extrapolada em 134%. São 739 internos enquanto a capacidade é de 316, com 423 presos excedentes. Em Itabuna, atualmente estão detidos 1.330 presos, enquanto a capacidade é de 670 presos. O aumento é de 98,5%. Em Feira de Santana, o Conjunto Penal foi intertitado parcialmente e no local há 600 presos excedentes. Em Esplanada, a unidade, que pode abrigar 112 detentos, foi desativada para reforma há mais de três anos, após uma rebelião de presos. Desde então segue fechada. Ainda segundo a reportagem, os casos citados são do último Mapa da População Carcerária da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). Ao todo, faltam 3,3 mil vagas para detentos no estado, que tem mais de 15,4 mil internos. Em resposta, o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), Nestor Duarte, reconheceu a superlotação das unidades penais. Segundo ele, mesmo com o problema a Bahia se sobressae de forma positiva em relação aos demais estados do país.

Fonte- BN

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!