Eike Batista é condenado a 30 anos de prisão na Lava Jato
03/07/2018 - 16h26 em Política

Empresário é acusado de pagar US$ 16 milhões em troca de benefícios em contratos do governo de Sérgio Cabral, no Rio

O empresário Eike Batista foi condenado a 30 anos de prisão pela Operação Eficiência, um dos desdobramentos da Lava Jato, na manhã desta terça-feira, 3.

Esta é a primeira pena do executivo na operação que apura o esquema de corrupção em obras no governo de Sérgio Cabral no Estado do Rio de Janeiro.

Eike Batista é acusado de pagar US$ 16 milhões em propinas para conseguir facilidades em contratos públicos na gestão de Cabral.

Em abril, Eike seguiu para prisão domiciliar após decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O ex-governador Sérgio Cabral também foi condenado na operação a 22 anos e oito meses.

Fontes- Band

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!