Caso Scarpa: nova decisão judicial leva Fluminense e Palmeiras a retomarem conversas por acordo
09/08/2018 16:52 em Esporte

Desde o início da semana, clubes voltaram a tentar um acerto; num primeiro momento, pedido carioca foi de 4 milhões de euros, valor que a diretoria palmeirense não aceitou

Determinação judicial de arresto de R$ 200 milhões (valor da multa rescisória com o Fluminense) de Gustavo Scarpa e do Palmeiras reabriu as conversas entre os dois clubes para se chegar a um acordo pelo meia.

"Arresto" é um termo jurídico que significa medida preventiva que consiste na apreensão judicial dos bens do devedor, para garantir a futura cobrança da dívida.

Depois de publicada a decisão da juíza Dalva Macedo, titular da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, na última sexta-feira (na terça, o Tribunal Superior do Trabalho confirmou a decisão), os advogados do clube carioca entraram em contato com o departamento jurídico do clube paulista no início desta semana.

O Palmeiras se mostrou disposto a retomar as conversas, até para evitar que o assunto se arraste ainda mais judicialmente. Uma proposta foi manter com o Fluminense parte dos direitos econômicos do jogador.

Já o clube carioca não abre mão de receber uma quantia financeira para encerrar a briga na Justiça. O pedido mais recente foi de 4 milhões de euros, valor que o Palmeiras não aceitou, a princípio.

A determinação de sexta-feira passada foi uma antecipação de tutela solicitada pelo Fluminense. Ou seja: uma segurança caso o clube carioca venha a ganhar a causa. O caso ainda não tem decisão definitiva.

Neste momento, porém, Scarpa não está impedido de vestir a camisa alviverde. No final de junho, o jogador conseguiu novamente sua liberação por meio de um habeas corpus concedido pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. Logo depois, ele acertou seu retorno ao Palmeiras.

Fonte- GE

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!