Marun: governo chegou ao limite na negociação com caminhoneiros
28/05/2018 14:23 em Política

Chefe da Secretaria de Governo não descartou a revogação do acordo, caso a greve não acabe

Segundo o chefe da Secretaria de Governo Carlos Marun, o governo chegou ao "limite" das negociações com os caminhoneiros. A paralisação da categoria chegou ao oitavo dia nesta segunda-feira, 28, mesmo após acordo com o governo. 

Em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta manhã, ele não descartou a revogação do acordo, caso a greve não acabe.

"Não pode virar uma conversa inconsequente na qual a cada reinvindicação atendida somam-se novas reivindicações".

Marun afirmou que ainda que o governo cedeu o que poderia ceder. "Entendemos que muitas reivindicações eram justas, tanto que teve apoio da sociedade".

O ministro também confia na volta da categoria ao trabalho ainda nesta segunda-feira.

Guardia: não temos espaço para nenhuma concessão adicional aos caminhoneiros

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta ao jornal da TV Globo, que não há mais espaço para o governo federal realizar qualquer concessão adicional aos caminhoneiros.

Na entrevista, o ministro disse que o governo foi ao limite do que é possível ser feito para atender aos manifestantes e, igualmente, respeitar a responsabilidade fiscal e a Petrobras.

"Fomos até o limite do que era possível dentro do nosso quadro fiscal", disse Guardia, acrescentando que a solução apresentada atende aos pedidos do movimento, que é a redução do preço do combustível na bomba.

Fonte- Band

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!