Orçamento destinado ao futebol do Flamengo para o próximo triênio é de R$ 800 milhões
25/10/2018 15:49 em Esporte

Prestação de contas dos dois mandatos de Bandeira vai apresentar perspectiva de investimento recorde para vencedor da eleição de 8 de dezembro. Landim cresce e disputa com Lomba

Na luta pelo título brasileiro e com jogo encarado como decisão no próximo sábado, o Flamengo vive clima de eleição polarizada entre Ricardo Lomba, da chapa rosa, e Rodolfo Landim, da chapa roxa, a 45 dias dos sócios rubro-negros irem às urnas, no dia 8 de dezembro, na Gávea. A chave para gerir o cofre do clube tem previsão recorde de orçamento do futebol para o próximo triênio.

Em prestação de contas de dois mandatos, a administração Eduardo Bandeira de Mello vai apresentar previsão de investimento de R$ 800 milhões para o próximo triênio - de 2019 a 2021. Em comparação com o atual triênio (2016-2018), de acordo com os orçamentos publicados na área de "Transparência" do site do Flamengo, o salto é de 50% para os próximos três anos. Antes, em 2015, o orçamento do futebol foi de R$ 145 milhões.

No atual triênio, os números são os seguintes, incluindo duas reclassificações de orçamento (2016 e 2017):

 

2016 - R$ 171 milhões de orçamento do futebol

2017 - R$ 183 milhões de orçamento do futebol

2018 - R$ 179 milhões de orçamento do futebol

Total - R$ 533 milhões de orçamento no triênio 2016-2018

 

Dentro deste orçamento do futebol estão a folha salarial do futebol profissional, a verba destinada para a base, que já teve crescimento de 139% nos últimos quatro anos, e investimentos totais em todo o departamento de futebol - o que inclui, é claro, as contratações para o time de futebol profissional. A projeção não conta com eventuais vendas de jogadores - o que poderia modificar esta conta. Como foi o caso da venda de Paquetá por 35 milhões de euros ao Milan.

 

Agenda dos candidatos

Os números e um balanço da gestão Bandeira serão apresentados nesta quinta, no Jockey, em lançamento oficial da candidatura do vice de futebol, Ricardo Lomba, à presidência. Eduardo Bandeira de Mello vai participar do encontro.

O grupo que venceu a eleição em 2013 e se dividiu entre o segundo ano da gestão Bandeira - com as saídas de Luiz Eduardo Baptista, o BAP, e Rodrigo Tostes - até a saída mais recente, de Claudio Pracownik da vice-presidência de finanças, disputa a eleição pela segunda vez. Depois de Bandeira x Wallim Vasconcelos, Lomba e Landim se enfrentam no voto no dia 8 de dezembro.

O candidato da chapa branca, Marcelo Vargas, tem novo encontro nesta quinta-feira, em Copacabana. José Carlos Peruano, da chapa amarela, é o outro presidenciável. Nesta sexta-feira, o GloboEsporte.com faz a cobertura do debate entre os quatro candidatos, promovido pela "Coluna do Flamengo" e o blog "Ser Flamengo".

Fonte- GE

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!