PT oficializa Jerônimo Rodrigues como pré-candidato ao governo da Bahia
12/03/2022 07:36 em Política

PT oficializa Jerônimo Rodrigues como pré-candidato ao governo da Bahia

Jerônimo Rodrigues. Foto: GOVBA

O tabuleiro teve nova jogada (prevista)… Na noite desta sexta-feira, dia 11, o nome do atual secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues, foi oficializado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) como pré-candidado na disputa ao governo durante as eleições deste ano.

A informação foi confirmada pela redes sociais do partido e pelo próprio Jerônimo, que, em vídeo, falou da disposição em aceitar a missão de governar o estado.

“A executiva estadual acabou de me convidar, de me dar uma missão sagrada, uma missão qualificada de poder me apresentar como pré-candidato, pelo PT, para as próximas eleições de 2022. O que nós queremos é continuar cuidando de gente, junto com Lula na eleição nacional, junto com Wagner e com Rui. O partido dos trabalhadores tem essa responsabilidade, de cuidar da democracia, da vida dos baianos e das políticas públicas”, diz o pré-candidato, tido como a peça valiosa do PT.

 

As semanas anteriores foram marcadas pela indecisão da chapa de situação, principalmente, entre PT, PSD e PP. Com desistências de Otto Alencar e Jacques Wagner, Jerônimo era considerado como favorito diante dos outros dois petistas Luiz Caetano, secretário de Relações Institucionais, e Moema Gramacho, prefeita de Lauro de Freitas.

O nome do então secretário de Educação foi oficializado durante reunião do diretório estadual do partido. A presença do ex-presidente e pré-candidato Lula chegou a ser anunciada para tal.

A confusão das supostas decisões unilaterais que vinham sendo apresentadas dentro da chapa chegou a gerar discursos críticos nas últimas semanas, inclusive por líderes da base.

João Leão, do PP, vice-governador, tem o nome cotado a ir para a chapa adversária após o desmanche da intenção inicial que tinha Rui ao Senado e Wagner ao governo.

ACM Neto (União Brasil), agora, tem um opositor definido. Embora desconhecido, Jerônimo entra tal como Rui assumia a “missão” em 2014, após dois mandatos de Wagner.

Vamos acompanhar a repercussão do ato de hoje no tabuleiro da política baiana.

Compartilhe isso

 
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!