EUA se preparam para furacão devastador
25/08/2017 20:56 em Diversas

Harvey chega à categoria 4 e pode provocar estragos inimagináveis

O furacão Harvey se intensificou nesta sexta-feira e está prestes a tocar os Estados Unidos como o furacão mais poderoso em mais de uma década. Autoridades alertaram moradores para buscar abrigo para ventanias e enchentes que podem ser letais ao longo deste fim de semana.

O Harvey se tornou um furacão de categoria 4 (de 5), segundo informou a CNN e o Centro Nacional de Furacões dos EUA. Meteorologistas disseram que o furacão tocará o estado do Texas despejando mais de 130 milímetros de chuva em algumas áreas ao longo da costa.

"Minha mensagem urgente para meus colegas. Você pode viver em uma região onde a retirada será ordenada, você precisa prestar atenção neste conselho e sair do caminho enquanto você pode", disse o governador do Texas, Greg Abbott, em discurso televisionado.

Os preços da gasolina nos EUA tiveram pico, à medida que a tempestade interrompeu 22%, ou 377 mil barris por dia, da produção de petróleo do Golfo do México e paralisou 4,4% da produção de refinarias norte-americanas, de acordo com o governo dos EUA.

"Podemos estar olhando para grandes e sem precedentes registros de enchentes", disse o meteorologista John Tharp, da Weather Decision Technologies.

O nível do mar pode subir até 3,7 metros e alertas de enchente estão em vigor em Louisiana e no norte do México, disse Tharp.

Postos de gasolina e mercearias na região ficaram lotados, conformes residentes abasteciam seus carros e estoques de comida para qualquer escassez após uma tempestade. A banda de rock britânica Coldplay cancelou uma apresentação em Houston nesta sexta-feira, dizendo a fãs que não queria arriscar a segurança de ninguém.

Em um posto de gasolina na cidade de Willis, Texas, cerca de 77 milhas de Houston, Corey Martinez, de 40 anos, disse estar indo para Dallas.

"Tem sido muito estressante. Nós estamos tentando ficar à frente da tempestade", disse. "Nunca passamos por um furacão antes".

Como um furacão de categoria 4 na escala Saffir-Simpson, o Harvey pode carregar ventos de 211 a 249 km/h, que podem arrancar árvores, destruir telhados de casas e interromper serviços públicos por dias. Se o furacão mantiver sua intensidade, será o primeiro grande furacão a tocar os EUA desde o furacão Wilma, na Flórida, em 2005.

Lojas no Texas ficaram com as prateleiras vazias. Foto: Ernest Scheyder/Reuters

"Agora é o momento de se esconder urgentemente do vento. O fracasso em não se abrigar adequadamente pode resultar em sérias lesões, perda da vida, ou imenso sofrimento humano", informou o Serviço Nacional do Clima.

"Enchentes devastadoras e danos à vida são esperadas próximas a costa por conta de chuva e tempestade", adicionado o serviço nacional.

O presidente Donald Trump tuitou: "Encorajo todos no caminho do Harvey a seguirem conselho e ordens de suas autoridades locais e estaduais". Uma autoridade da Casa Branca foi notificada de ordem de emergência, providenciando ajuda federal de desastre.

Uma aproximação da tempestade desencadeou retiradas em comunidades do sul do Texas e moradores da costa central. Cidades cancelaram aulas até a próxima segunda em dezenas de escolas ao longo da costa do Texas, lar de 5,8 milhões de pessoas.

Fonte- BAND

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!