Marcos considera 51, mas brinca: "Palmeiras não tem Mundial por causa de mim"
23/03/2018 17:02 em Esporte

Ex-goleiro entende que clube só buscou reconhecimento após feito de rival: "Depois que o Corinthians ganhou (o Mundial em 2012), o Palmeiras foi correr atrás disso aí".

O ex-goleiro Marcos tirou sarro de si próprio mais uma vez ao falar sobre o Mundial Interclubes perdido pelo Palmeiras em 1999. Ídolo do clube, ele falhou naquela derrota por 1 a 0 para o Manchester United, em jogo único disputado no Japão, ao sair mal da meta após cruzamento que terminou com gol de Roy Keane.

– Quando a gente foi, era um jogo. Ia para o Japão (...) Não estou dando desculpa, não. O erro foi meu, falhei, e não tem Mundial por causa de mim mesmo. Mas ia lá, jogava um jogo, e tudo podia acontecer - brincou o sempre bem-humorado ex-jogador, em entrevista ao canal Desimpedidos, do YouTube.

Desde 2005, o campeão mundial de clubes passou a ser definido em um torneio com participação de representantes de todos os continentes, além de um time do país sede. Até então, enfrentavam-se apenas o campeão sul-americano e o campeão europeu - formato que São Paulo e Santos, dois rivais do Palmeiras, chegaram a vencer.

Antes, em 2000, a Fifa organizou uma primeira edição (que só voltaria a ocorrer em 2005) no Brasil em que o Corinthians foi convidado por ter sido campeão nacional no ano anterior. Campeão da Libertadores no mesmo ano, o Palmeiras não participou, e o time alvinegro acabou sendo o vencedor do torneio.

– Antigamente, só o São Paulo e Santos tinham. A gente, palmeirense, (dizia) "Corinthians sem passaporte, nunca ganhou Libertadores, (ganhou) torneio de verão...". Aí o Corinthians vai lá em 2012, campeão da Libertadores e campeão mundial. Agora tem WhatsApp, Facebook. Palmeirense fica puto, mas eu falo: "Mano, vocês zoaram os caras de 99 a 2012. Agora é de 2012 até ganhar o Mundial. Vai que tá facinho, tem Real Madrid, Barcelona, Bayern de Munique (risos)" – disse Marcos.

Questionado, então, se não considerava 1951 como uma conquista mundial do Palmeiras - como reconhecido pela Fifa como título global após dossiê apresentado pelo clube -, o campeão da Libertadores de 1999 e da Copa do Mundo de 2002 deu sua opinião:

– Eu até considero, mas acho assim... Depois que o Corinthians ganhou (o Mundial em 2000), o Palmeiras foi correr atrás disso aí. Tinha que ter corrido atrás disso aí em 1990. Como vou comemorar o Mundial de 51? Vai lá no Japão e ganha que é mais justo.

Fonte- GE

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!