Fonte Nova recebeu R$ 1,25 mi de aluguel para sediar Copa América; superávit foi de R$ 7,1 mi
10/07/2019 22:29 em Esporte

Fonte Nova recebeu R$ 1,25 mi de aluguel para sediar Copa América; superávit foi de R$ 7,1 mi

 

Se a Arena Fonte Nova teve um balanço positivo de R$ 7.141.616,50 durante as cinco partidas da Copa América, isso não significa que toda esta quantia fique para a administração do estádio. Segundo borderô disponibilizado pela Conmebol em seu site oficial, a praça esportiva recebeu R$ 1,25 milhão de taxa de aluguel da organização do evento, o que representa cerca de 18% do valor.

 

A taxa equivale a R$ 250 mil por jogo, de acordo com a documentação oficial divulgada. Este foi o menor valor cobrado entre os estádios para receber as partidas da competição continental, junto à Arena do Grêmio. Enquanto Isso, Maracanã, Morumbi e Mineirão receberam R$ 350 mil por partida. A Arena Corinthians, por sua vez, pediu R$ 333.333,333.

 

Em resposta, o Comitê Organizador Local (COL) da Copa América informou que “cada [estádio] tem o gerenciamento do espaço e cobra um valor pela locação”. A Arena Fonte Nova, por sua vez, não informou o critério para estabelecer o valor de aluguel.

 

RECEITA LÍQUIDA

 

Nos cinco jogos da competição, o superávit do estádio baiano ficou no valor de 7.141.616,50. No entanto, mesmo com o lucro, três jogos deram prejuízo – apenas Brasil 0x0 e Colômbia 2x0 Argentina estabeleceram ganho líquido para o estádio (leia mais aqui).

 

Os déficits se devem às diversas taxas que a organização pagou para realizar os jogos – aluguéis e seguros, taxas e impostos, e despesas operacionais. 

por Matheus Caldas

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!