Dado diz que Bahia encarou Campinense 'vacinado' para não repetir vexame de 2020
10/03/2021 12:09 em Esporte
 

Dado diz que Bahia encarou Campinense 'vacinado' para não repetir vexame de 2020

 

 

Segundo o técnico Dado Cavalcanti, o Bahia entrou em campo no Amigão vacinado para não repetir o doloroso vexame de 2020 quando foi eliminado da Copa do Brasil na primeira fase. Apesar de sair atrás no placar, o "imunizado" Tricolor manteve as rédeas da partida e goleou o Campinense por 7 a 1 na noite desta terça-feira (9), no jogo único do confronto da primeira fase.

 

"Nós alertamos muito aos atletas que a Copa do Brasil 2020 foi algo muito doloroso para todos nós. Estava aqui no Bahia, vivi também, senti na pele nossa desclassificação. Nós viemos para o jogo muito mais vacinados, a verdade é essa. Vários jogadores fizeram parte desse confronto do ano passado, então tivemos também a lucidez de ao tomar o gol não nos aperrearmos muito. Tivemos a tranquilidade de rapidamente dar a volta por cima após o gol tomado. Lógico que o gol saiu no erro nosso. É nossa responsabilidade, minha responsabilidade buscar correção, buscar evolução. Mas saio daqui também com a consciência tranquila da maturidade que nós tivemos em campo para não repetir uma desclassificação tão dolorosa quanto foi a do ano passado", afirmou na entrevista coletiva.

 

A goleada foi construída após o Tricolor sofrer o primeiro gol e ver o Campinense abrir o placar. Dado destacou a tranquilidade e lucidez do time baiano mesmo após ficar em desvantagem no placar. Porém, ele alertou para o início ruim de partida.

 

"Quem sofre gols não é a defesa do Bahia, é o time do Bahia. Então, eu trato muito claramente de forma sistêmica. Acho que nossa equipe começou mal o jogo. O início do jogo não foi aquilo que esperávamos. Mas tivemos a lucidez e tranquilidade de ao tomar um gol, não perdermos a lucidez da partida, não perdermos as rédeas do jogo. Acho que a gente precisa começar o jogo melhor. Tivemos um pouco de dificuldade também no confronto contra o Botafogo. Porém, entendo também que nessa retomada de temporada, devemos sofrer um pouco com essa adaptação aos adversários, ao tipo de jogo um pouco diferente", analisou. "Não posso desprezar jamais o comportamento que nossa equipe teve de controle da partida. Não é qualquer time que faz sete gols no jogo, independente do adversário e das circunstâncias. Lembrando também que nós tomamos um gol, então tivemos também o mérito de termos tranquilidade, de não perdermos a cabeça no momento de dificuldade. Viramos o jogo e tivemos o controle total da partida. Tudo isso, sem sombras de dúvida, me deixa muito feliz", completou.

 

 

 

O comandante ainda elogiou o atacante Rossi. Iluminado, ele marcou três gols abrindo os caminhos para o Tricolor construir a goleada.

 

"Rossi vem passando por um momento de muita confiança e vem arriscando jogadas que tem sido decisivas. Isso é bom, porque contribui efetivamente com a nossa equipe não só com gols, mas contagia nosso time dentro de campo com ações sempre com muita energia, muita vibração. Isso é positivo demais para contagiar todo o elenco", exaltou.

 

 

O próximo adversário do Bahia na Copa do Brasil 2021 sairá do confronto entre Jaraguá-GO e Manaus. A partida acontece no dia 18 de março. Antes disso, o Tricolor muda o foco para a Copa do Nordeste. No sábado (13), às 16h, a equipe faz o clássico contra o Vitória, no Barradão, pela terceira rodada do torneio regional.

 

por Leandro Aragão

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!