Prefeitura de Teixeira altera início de toque de recolher para 21h
16/04/2021 10:06 em Diversas

 

Prefeitura de Teixeira altera início de toque de recolher para 21h

 

Foi publicado nesta quinta-feira, 15 de abril, no Diário Oficial do Município de Teixeira de Freitas, algumas alterações nas medidas de restrição de enfrentamento ao novo coronavírus (covid-19), válidas até 30 de abril de 2021. O horário de restrição sobre permanência e trânsito nas vias públicas segue obrigatório, porém, alterado para das 21h às 5h, com fiscalização sob responsabilidade da Polícia Militar e apoio da Guarda Municipal.

Estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar suas atividades com antecedência de 30 minutos do período estipulado, para garantir o deslocamento de funcionários e clientes dentro do limite de horários.

Prefeito Marcelo Belitardo durante reunião da Apetf. Foto: OSollo

Conforme o prefeito havia antecipado a pastores e líderes evangélicos durante reunião da Associação de Pastores Evangélicos de Teixeira de Freitas (Apetf) durante a manhã, as celebrações de cultos e reuniões em templos religiosos podem se estender até, no máximo, às 20h30, assim como academias de ginásticas, observando os requisitos abaixo:

I – Distanciamento social adequado, uso de máscaras e álcool/gel na entrada do templo e locais estratégicos do seu interior;

II – Ventilação natural nos locais de reuniões e cultos;

III – limite de ocupação máxima de 50%, da capacidade de acomodação do local.

As atividades de comércio de rua, bares, lanchonetes e restaurantes com atendimento presencial assim como demais centros comerciais também poderão funcionar até as 20h30, nesse caso devem ser respeitados os requisitos abaixo:

I – Higienização de ambientes interiores, mobiliários e equipamentos;

II – Espaçamento mínimo de 2 metros entre mesas e 1 metro entre bancos e cadeiras;

III – Proibição do uso de mesas e cadeiras nas calçadas externas do estabelecimento, praças e vias públicas próximas.

IV – Atendimento de clientes na quantidade suficiente de mesas e cadeiras existentes no interior do estabelecimento, com oferta de produtos aos clientes que estiverem assentados.

Permanecem suspensos por tempo indeterminados estabelecimentos como: boates, danceterias, bailes, baladas, casas de shows e espetáculos de qualquer natureza. Casamentos e formaturas estão liberados com limitação de até 200 pessoas, porém, sem evento festivo e com limitação de uso de, no máximo, 30% do espaço físico.

O descumprimento das medidas contidas no decreto será caracterizado como infração na forma do artigo 3º da Lei Municipal nº 15/1987. Interdição, apreensão de mercadorias e cassação de licença de funcionamento poderão ser aplicadas, assim como multas que vão de R$ 760 a R$ 3.800.

Para ter acesso ao documento na íntegra, clique aqui!

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!