TÉCNICA DA SAÚDE DO RIO FOI AFASTADA APÓS DENUNCIAR A WITZEL SUSPEITAS DO ESQUEMA
17/07/2020 12:10 em Polícia

TÉCNICA DA SAÚDE DO RIO FOI AFASTADA APÓS DENUNCIAR A WITZEL SUSPEITAS DO ESQUEMA

A menos de um mês de sua possível saída, Witzel vê seu quadro se complicar. Foto: Mauro Pimentel / AFP

Wilson Witzel soube em março das suspeitas de fraudes na Secretaria de Saúde do Rio, por meio de um subsecretário do governo que repassou ao governador o que vinha ouvindo da então subsecretária de Gestão Integral da Saúde, Mariana Tomasi Scárdua.

 

Dias após Witzel ser notificado, Mariana Scárdua foi demitida.

O relato foi feito à coluna por Ramon Neves, subsecretário no governo fluminense e coordenador do programa de Witzel na campanha.

“Falei ao chefe (Witzel) o que eu havia sabido, e ele disse que mandaria investigar”, disse Ramon Neves, em entrevista.

Ramon Neves e Witzel são amigos de antes do governo, conheceram-se quando Witzel fazia doutorado e Ramon mestrado — certa vez, numa solenidade, o governador o descreveu com a frase “um irmão que a vida me deu”.

Embora seja visto pela primeira-dama, Helena Witzel, como excessivamente invasivo, Ramon Neves é até hoje próximo ao governador e afirma que não acredita que Witzel tenha retaliado Mariana Scardua ao saber que ela repassava a ele informações sobre irregularidades que ocorriam na secretaria.

Procurado, Witzel não respondeu se foi avisado da fraude em março. Sem precisar quando, confirmou que abriu sindicância ao tomar conhecimento e citou a demissão em abril de Gabriell Neves como exemplo de tomada de providência.

Witzel soube em março de suspeitas de fraudes na Saúde
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!